sábado, 13 de setembro de 2014

Desejos...


Seu corpo
 é a morada de minha alma
 A sua intuição é a minha metáfora
 Um pedaço púrpura da pura poesia...
 Quisera eu lhe traduzir, quimera! 
Façamos do hoje o maravilhoso presente
 Para tudo acontecer de uma só vez,
 o seu desejo, o meu desejo...
 Meu olhar só, lhe deseja 
Quando se cala, muda!
 Subentende-se
 o cego sentido...

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário