sábado, 11 de julho de 2015

Acolha-me...


Acolha-me.
 Na tua casa, no teu coração,
 na praça, num esconderijo particular
 acolha-me.
 Não me deixe sem rumo ou colo para deitar.
 Não me deixe 
procurando um caminho novo a cada dia.
 Seja o meu caminho de todo dia,
 e assim me farás bem.
 Seja quem me acolhe, 
 porque todos os outros corpos 
que passaram por mim
 foram sacolas capengas e sem fundo,
 deixando-me beijar o chão em quedas certeiras.
 Você é uma mala segura
 e fechada a cadeado - no melhor sentido.
 Termino conforme comecei,
 apelando,
 acolha-me. 

 Camila Costa

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário