quinta-feira, 21 de agosto de 2014

As vezes..


O teu amor
 era suave enleio, era doce...
 Preenchia os lugares
 do fundo de meu mundo,
 os espaços de meu nada,
 tão frio, tão sem cor,
 eu sonhei o sonho de um sonho,
 os carinhos, os afagos, 
eram tão sublimes, 
quem dera se ainda o fosse.
 E amor meu, 
em mim teu amor beija,
 És o meu tudo, como fazer-te recordar?
 Comecei a viver esperança...
 As vezes muitas, outras tão pouca,
 mas sempre sonho, 
com o gosto de tua boca... 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário