sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

No vento, a saudade.


Ah, o tempo...
 Que faz os meus dias intermináveis
 As minhas noites mais intensas...
 E os meus sonhos realidades
 Ah, esse tempo... 
Que traz no vento a saudade
 Que faz dos minutos eternidades
 E da madrugada uma espera...
 Ah, o tempo... 
Quem dera que ele parasse
 E que em mim tu pensasses por um minuto apenas...
 Ah, o tempo...
 Que me afasta e me arrasta nesse mar de solidão...
 Que me nega tua presença 
Mas não te tiras do meu coração...

 Lúcia Polônio 

 Hoje, Ame intensamente e Seja Muito feliz. Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário