sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Ser sua...


Na varanda a lua me chama 
ardente e de lado
 crescente parece sorrir

 Nas ruas enluaradas 
uma banda toca
uma criança brinca

 E a ciranda que não silencia
 canta a lua no céu 

 Sem vergonha de ser lua 
sem pudor de estar nua
 crua ao léu

 E na varanda
 permaneço na esperança
 de ser sua

 No véu de meus desejos
 e encantos enluarados 

 Davi Drummond 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário