segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Passagens...


Amor...
 Tenho uma solidão tão concorrida
 tão cheia de nostalgias e de rostos teus
 de adeuses faz tempo e de beijos bem vindos 
de primeiras trocas e de último vagão.
 Tenho uma solidão tão concorrida
 que posso organizá-la como uma procissão,
 por cores, tamanhos e promessas,
 por época, por tato e sabor.
 Sem um tremer demais 
me abraço a tuas ausências,
 que assistem e me assistem
 com meu rosto de ti.
 Estou cheio de sombras, 
de noites...Amor.

 Mario Benedetti

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário