terça-feira, 29 de agosto de 2017

Promessas...


Foi com esperança,
 De que juntinho ao teu coração
 Poderia novamente estar,
 Em noites iguais aquelas que marcaram tanto,
 Nossas destemidas investidas 
No querer, nosso viver.
 Surgiram noites gélidas pelo teu vazio,
 Estava com esperanças por revê-la, 
Mas somente o vazio se apresentava,
 E a maneira de um barco a deriva,
 Naveguei neste mar intimo de sentimentos,
 Revivendo nosso ultimo cálice
 Partilhado...
 Com Intenso amor e promessas...

 Alvorada 

Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário