quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Meu coração...


Pela porta aberta
 De um coração descuidado
 Entrou um amor em hora incerta 
Que nunca deveria ter entrado
 Chegou, tomou conta da casa 
Fez o que bem quis e saiu
 Bateu a porta do meu coração
 Que nunca mais se abriu
  Por isso a nostalgia
 Tomou conta de mim...

 Luiz Ayrao 

Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário