quinta-feira, 25 de maio de 2017

Sua presença...


Ai se eu pudesse,
 Ser dona do tempo. 
Parava-o há dois meses atrás,
 Deixava-o lá, naquele instante.
 Não iria permitir que seguisse adiante,
 Fá-lo-ia lá ficar 
A cada instante.
 Desde o início, em cada beijo,
 Em cada terno olhar, em cada abraço,
 Em cada compasso. 
Para assim podemos ficar
 Pudesse eu ser dona do tempo,
 Adiantava-o já,
 Para tudo recomeçar,
 Com renovado ardor.
 Num eterno único ato de amor. 
Num permanente... Amar...

 Margarida

 Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário