quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Sua falta, amor...


Amor…
 Quanta saudade de você…
 É uma falta que dói, dói como um vicio… 
E sem sua química para consumir,
 Completamente dependente dependência… 
Que enlouquece assim, sem você. 
Que não me cure desse vicio
 Que me drogou desde inicio
 De uma forma que teve principio
 Mas sinto que não vai ter fim 
Esta em minha corrente, contaminando,
 Completamente, tudo em mim… 
Vicio bem vindo,
 Vicio amado, 
Vicio ansiado,
Sentido e curtido,
Incurável viciado. 
Viciado por ti,
Meu amor... 

 João

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário