segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

A te esperar...


Não consigo dormir, 
Algo me diz que você irá partir... 
Sentada estou eu à beira da cama, 
E no fundo uma voz canta,
 - Amar é um deserto e seus temores...
 Assim soa Djavan embalando minhas dores...
 Não consigo parar de pensar,
 Não deixo meu coração "respirar",
 Estou tomada por um sentimento,
 Que eu não explicar neste momento,
 Eu só sei que sinto,
 É como o amargo de um vinho seco tinto..
 Eu não sei passar isso em prosa,
 Muito menos me livrar dessa coisa tinhosa,
 Só sei que me faz pensar de novo em você,
 Aguardando por um sono que não quer nascer,
 Uma insônia totalmente delirante,
 Que me faz me perder nas horas a todo instante,
 Somente para me maltratar,
 Me fazer entender que sempre irei te esperar...

 Ana Paula Marinho

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades..

Nenhum comentário:

Postar um comentário