segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Meus sentidos...


És a noite enluarada,
 Em minha companhia, 
A estrela que
 Espia e cúmplice, suspira...
 A cortina que se afasta, deixando o vento entrar,
 És a luz que se apaga, ao meu corpo acariciar...
 És a música suave, que aguça meus sentidos, 
Fugindo pelas frestas, em loucos desatinos,
 Deixando em meus ouvidos, um resto de canção
 És o som das batidas, de meu triste, coração...
 És a chama tênue da vela que tremula, 
A estrada curva, que por mim passa e continua,
 Meu sonho, que gravita paralelo, a teu destino,
 És de minha vida...
 Apenas peregrino... 

 Lani

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário