sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Em minha mente...


Sou o amor sentido, mas não vivido,
 Meu sufrágio pelo tempo desperdiçado,
 Meu eu pelo teu calor foi rejeitado,
 Minha lágrima rolou pelo infinito.
 Sou o dia que se funde na penumbra,
 Da neblina que te omite tão somente,
 Te faço e te desfaço em minha mente,
 Até que meu cerne na aurora te vislumbra.
 Sou dor de amar almejando te deter, 
 Até que tua boca a minha nos una,
 Prantos de alegria e beijos de espuma,
 Versos que componho para renascer.

 Eneb

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

2 comentários: