quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Em meu caminho...


Pediste-me amor, te dei sem dizer não,
 Quiseste meus pensamentos, doei meu coração,
 Sem pena, meu sorriso, lentamente tiraste,
 Cada dia, eu mais entristecia e nem sequer notaste...
 De meus olhos, o brilho, para ti querias, 
Tentei dar-te o fulgor, das mais belas estrelas,
 Pois jamais, poderia atender-te, 
Seria, uma agonia viver, se não pudesse ver-te...
 Pedi-te então, um pouco, do amor que te dera,
 Disse-me não, que era hora de ir embora,
 Não ficaria, pois nada a dar-lhe, me sobrara,
 Se, de meu corpo e alma, já tudo obtivera...
 Sem amor, sem pensamentos, vazia e mutilada,
 Sem mais sorrisos, com a boca costurada,
 Nos olhos opacos, só uma lágrima, não secara, 
Que, choraria para sempre...
 Pois vida, me restara...

 Lani

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário