quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Sinto saudades...


Todo o amor, que me tens dado,
 Guardo-o no coração, enlevado…
 É como o carinho, que a ofertar,
 Quisesse do afeto um beijo deixar.
 Em cofre de marfim está guardado,
 Que no teu colo sinto-me abraçado…
 E no silêncio do que possa parecer,
 As rosas do amor,
 Que as viu nascer.
 E acaso sou eu, teus olhos a guardar,
 Confesso, sim, sinto-me apaixonar…
 É como se o céu
 descesse até mim,
 e em branca alvura,
 trouxesse-me a ti,
Precioso jasmim...

 Jorge 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário