quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Amor...andar feliz.


Não tem amor perfeito.
 Não tem jeito.
 Tem o amor de irmão, o amor materno
 O amor do agora, do hoje e o eterno
 O amor do nascimento e do leito.
 Mas que seja imperfeito se amor for
 O que neste mundo perfeito é?
 O que neste mundo não é efêmero
 Uma peça de Shakespeare? 
Um pensamente de Voltaire? 
 O que importa é amor ter
 Um andar feliz de mão dadas
 Não acordar sozinho de madrugada
 E, junto um com outro, amanhecer
 Já que é longa e dorida a caminhada
 Repleto de meandros nosso trajetos
 Por isso quem ama é artista, arquiteto
 Constrói com quem ama...
 Nova Estrada! 

 Gil

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário