quarta-feira, 13 de julho de 2016

Seu corpo, amor...


Seus beijos ainda estão gravados
 Nos lábios sedentos.
 Sua imagem ainda está gravada
 Na memória transcende.
 Seu corpo ainda habita o meu
 Na fantasia
 O coração ainda bate
 Quase parando. 
O pensamento ainda voa 
A procura do seu.
 O amor ainda vive
 Nunca morreu.
 Meu Deus!
 Como a amo...

 Rubens César Luca Álvares

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário