domingo, 19 de junho de 2016

Longos caminhos...


Longas caminhadas,
Por quintais te busquei,
Pensei que te perdia nas esquinas de pedras. 
Acho que é tão normal não te esquecer
 Sinto que é tão natural gostar de você.
 Que percebo o quanto quero te querer. 
 Penso que é tão bom te lembrar
 Que imagino como seria não te amar,
 E percebo que não quero assim pensar.
 Caminho, às vezes, meio sem rumo.
 Percebo que
 sem você comigo, eu sumo
 E decido que seja como for, eu assumo.
 Por decidir assim, aqui mesmo permaneço
 Não quero outro lugar.
 Aqui me aqueço.
 Se for preciso mudar,
 antes disso, eu esqueço.

 Luma

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário