terça-feira, 15 de março de 2016

Sempre sua...



Meu coração está ferido de amar errado.
 De amar demais,
 de querer demais,
 de viver demais.
 Amar, querer e viver tanto
 que tudo em volta parece pouco.
 Seu amor, comparado ao meu,
 é pouco.
 Muito pouco.
 Mas você não vê.
 Não vê, não enxerga, não sente.
 Não sente porque não me faz sentir,
 não enxerga porque não quer.
 A mulher louca que sempre fui por você,
 e que mesmo tão cheia de defeitos
 sempre foi sua.
 Sempre quis ser só sua.
 Sempre te quis só meu.
 E você, cego de orgulho bobo,
 surdo de estupidez,
 nunca notou.

 Caio Fernando Abreu

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário