quinta-feira, 17 de março de 2016

Amor em mim...


Escrevo como quem sangra,
 as dores de um sofrido coração.
 Não tenho cartas na manga,
 sou toda e pura emoção.
  Não sei fingir, nem mentir palavras que não sinto, Tudo que posso é sentir e prosseguir existindo.
 Se a dor é por demais profunda 
encontro em mim mesma a cura,
 Nesse meu querer, fecunda a mais perfeita brandura
 Amar posso com certeza
 Tanto tenho de amor em mim!
 Mas não existe grandeza em terminar só, no fim
 Quisera pudesse encontrar amor
 semelhante ao meu e as feridas cicatrizar
 de um amor que já morreu. 

 Ianê Mello 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário