terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Um conto de fadas...


Faíscas voam sobre as nossas cabeças
lentamente desvanecendo
como o mais antigo conto de fadas
e um lindo arco-íris atrás da janela

As andorinhas fogem do furacão
por trás do semáforo, 
você agora aparece devagar
como uma borboleta sobre a mão,
inesperado quando se espera

Desliza um arrepio nas minhas costas
talvez um dia tudo será só meu
ou talvez apenas um sonho começando

As fantasias mais ousadas
nós olhamos sem entender o que é,
sentiremos uma faísca ainda a arder

Como dizer, meu coração já te pertence 
e me fala de você
como um presente de natal
e a curiosidade de não saber o que vem.

Mel

Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
Felicidades...










Nenhum comentário:

Postar um comentário