segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Em meu caminho...


 Hoje, já mais calma
 Procuro em meus versos antigos
 Meus amores perdidos
 Meus amores para com as rimas
 Que me comprometi
 Para fazê-las sempre lindas
 Mas minha promessa é fraca 
 Não durou muito tempo
 E minhas rimas manchadas
 Pelo efeito das estações
  Hoje ficam pobres
 Já não valem canções
 Antes choviam-me letras
 E eu molhava meu papel
 De rimas tão doces 
 Tão melosas quanto mel
 Mas agora 
 Sinto que azedei
  Com todos meus versinhos tão amados
 Com que sempre sonhei.

Eneb

Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
Felicidades...







Nenhum comentário:

Postar um comentário