segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Minha alma...


São tantos caminhos,
 Com incertezas que nos visitam 
Uma tristeza que fica,
 E manda a saudade embora,
 Chorando recita numa
 Alma que grita.
 Declama sentimentos intensos
 Nos afetos que perduram
 Corroendo ligações transcendentes,
 Lentamente, amores livres, isentos, 
Gravitando em torno de nós. 
Um privilégio sequestre, 
Domínio do nosso amar
 Império de incenso que purifica desejos, 
Trovas que se enroscam na alma.
 Maviosa melodia embebida em calda, 
De doces desejos, aromatizados em frutos silvestres, Dormentes, medronhos que nos embriagam,
 Extasia eloquência de corpos soltos,
 em mística magia, devorado,
 Em cada desencontro... 

Mauro

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Tudo será felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário