segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Reencontros...


Depois de muito,
 Ao lhe rever novamente,
 Deixei entrar a tua luz dentro de mim
 A minha alma encheu-se de flores
 E o meu cheiro doce encheu o mundo de alegria.
 Abracei o meu destino sem medo de me perder de novo 
 E caí nos teus braços 
 Onde baralhei o fado da vida e me cruzei com o amor.
 Não sei se nado a seco Se vivo, mas estou morta... 
 Não sei se me iludo de fantasias
 Se sonho, mas vivo em pesadelos.
 O que sei, do que sinto, do que vejo
 Nada é tão real como o brilho que refletes em mim.
 Nada é tão terno como o calor do teu corpo em mim. 
 Nada é tão certo como o teu amor em mim.
 Olhos nos olhos,
 Corpo no corpo,
 Corações, os nossos
 Amor sem fim,
 O nosso!

 Marta 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário