terça-feira, 6 de outubro de 2015

Encontros...


Amor...
Me comparo a você,
 Sou o vento,
 Sou a chuva,
 Sou tudo e não sou nada,
 Sou o que você querer,
 Pois nosso encontro inesperado,
 Me fez muito melhor lhe entender.
 São lições ternas que nos oferece o viver
 Aprendi, se amar fosse pecado,
 Jamais seria inocente, 
Pois encontrei alguém nesse mundo,
 A quem amo loucamente.
 Saiba meu amor,
 Que tanto faz passar dor 
Ela nos aproxima num querer fatal.
 Estaremos encurtando minutos e horas,
 Sarando dores do sentimento, 
Nos colocando em sintonia,
 Que pelas ondas do vento amigo
 Nos traz o querer de um amor total.
 Amor, Amar-te.

 Alvorada 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário