quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Encontros e reencontros....


Por linhas tortas,
 neste laboratório que é a vida,
 Descrevo os caminhos e desvios que levam-me
 Às trilhas ainda mais loucas do que eu.
 Há um misto de sensualidade, mistério e ousadia,... 
Na gnóstica dos conflitos da mente.
 Há um olhar levemente temperado no crepitar da chama,
 A canção já não diz palavras de amor,
 Meus versos não bastam a esta dor que transborda
 No silêncio das palavras caladas, dando cor
 Aos símbolos desbotados e às expressões sem significado, Escondendo a fragilidade que escorre das minhas veias. Outros loucos aprenderão, perdidos no inconsciente,
 Com esta psicótica roda de angústias ressentidas,
 Na dor do respirar com as lágrimas e palavras.
 Nas linhas tortas, sempre em círculo, 
Ou apesar das diferentes formas,
 Suas necessidades ensinam
 na dor do respirar.

 Adriana Leal

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário