sábado, 24 de outubro de 2015

Em silêncio...


E quantas e quantas vezes 
 os nossos silêncios,
 se encontram pela noite
 E entregamos-nos por inteiro
 com a Lua a brilhar
 Fazendo marcas indeléveis em nossas peles
 Quando entregamos-nos a suavidade
 inquieta das nossas mãos
 que perturba os nossos pensamentos
 E que aos poucos nos aconchegam em silêncio,
 sem que nos perceba , e nem permita. 
Deixamos-nos um no outro, 
como um acaso que a vida nos presenteia.
 Agasalhamos os nossos corpos
 como se lá fora chovesse,
 e deixamos acontecer...
 Como se fossem
 apenas soma de pequenos detalhes.
 Gostosos detalhes, simples assim.

 Joe Luigi 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário