segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Em meus olhos...


Busco-te em meus olhos
 Fico num olhar infinito
 Perdido, triste, sem sentido
 Apenas revivendo do tempo;
 Passado; belos instantes...
 Saudades, lembranças...
 Fico preso em sentimentos.
 Busco-te em meus olhos
 Sem saber onde te encontrar.
 Onde agora estás?
 Pergunta sem resposta...
 O tempo passa como vento
 Leva tantos planos 
Tantos sonhos, tantos momentos...
 Só não leva você pra longe 
 Permanecendo dentro de meu Ser.
 Busco-te em meus olhos 
É uma saudade tamanha
 Que fere minhas entranhas
 Sem a esperança da luz
 Que ao menos seu raiar 
Possa surgir no horizonte 
 Ainda que distante. 
Fico a agoniar a dor 
De perder este grande amor.

 Ataíde 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário