quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Sua presença...


E quando percebi
 Não me reconhecia mais 
Tudo que olhava estava repleto de ti
 A canção que ouvia parecia feita pra nós
 E quando dei por mim você estava aqui
 Tão real... 
Nas paredes frias no relógio que insistia
 em me lembrar que as horas não eram mais nossas
 Teu perfume... 
Não ficaram em frascos 
Ficaram impregnados em mim.
 O espelho não me respondia
 Se quer pude fugir dos livros que lia
 Era sua voz em cada personagem
 Não percebi que aos poucos fui vivendo
 Apenas pra ti 
E você foi embora...
 Mas não levou o amor que respiro...
 Levou as fotos sob o móvel,
 Mas nem precisava 
Teus olhos me riem em cada imagem
 E as toco na impressão
 De que não são apenas miragens...

 Sirlei L. Passolongo 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário