domingo, 27 de setembro de 2015

Nossos instantes...amor.


Nossos instantes, 
Noite de brisa suave
 Soprando...
 Luar de raios prateados ilumina a alma
 Pensamento como uma canção 
Palavras vindas com ternura 
Somos viajantes do tempo
 Entre a confusão
 Em meio 
A mentira e a verdade
 Bate a realidade
 Corre sem parar
 A vida humana na ação incontida
 Da memória contida
 De repente...
 Sem mascará
 Eu sou o outro que abatido
 Do meu eu
 Não mais a concha
 Pérola mergulhada,
 A própria alma
 Espalhando o amor
 Esvoaçante no tempo.
 Amor...

 Ângela 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário