terça-feira, 4 de agosto de 2015

Seu abraço...


Toda saudade dói...
 Mas dói mais quando é na gente...
 Toda falta machuca...
 Mas só conosco entorpece...
 Não há vazio maior
 do que a ausência de quem nunca
 devia ter saído do lado do corpo e da alma,
 em que fica toda a calma e a paz do seu abraço...
 Daí, essa saudade absurda...
 Essa carência de você...
 que só tem um único remédio
 para trazer um refrigério:
 Seu beijo...

 Rodolfo

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário