terça-feira, 12 de maio de 2015

Suas lembranças...


A noite chegou sem pedir licença
 Janelas fechadas... silêncio no ar.
 Restou solidão, saudade, lembrança. 
Tu não estás pra me acalentar.
 As luzes se apagam
 Está tudo calado
E eu não adormeço.
 Na escuridão da minh'alma
 Busco a luz dos teus olhos.
 A tua lembrança
Me conduz à calma. 
 Não existe ausência! 
Eu vou crer assim!
 Pois tua presença 
Se guarda em mim.
 Eternamente em mim!!! 

 Áurea de Mello Baldissera 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário