quarta-feira, 20 de maio de 2015

Sou assim...


Sou o que ficou,
 O que não durou,
 O que acabou
 E não será mais...
 Sou 
tudo que nunca serei jamais.
 Sou
 a hora da partida,
 O adeus na despedida,
 O olhar distante da ida,
 Sou
 a vida vivida...
 A saudade doída!
 De tanto ser
 Apenas sou! 
De tanto ir nunca estou,
 Apenas fui e serei.

 JVS 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário