quarta-feira, 20 de maio de 2015

Distâncias...


Eu tive todas as chances de tentar, 
Mas não sei por qual motivo 
minha voz sempre quis se calar. 
Eu tive comigo pedaços concretos de paz
 Mas troquei tudo por um sonho fugaz.
 Nada é certo quando estás por perto
 Porque longe estás do meu coração...
 Eu quis mais que tive 
mesmo não querendo nada
 Nadei sem temor e me afoguei na imensidão.
 Agora a distância 
não se importa com a gente
 Nos mantém fechados
 em mágoas remoendo uma história acabada.
 E o que eu faço?
 Eu me calo...
 Mais uma vez me calo,
 A sua ausência me fez descrente
 E calar 
é sofrer porque
 para essa dor não há solução.

 Vitor

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz,
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário