segunda-feira, 20 de abril de 2015

Perdi você.



Quando eu quis você
 Você não me quis
 Quando eu fui feliz 
Você foi ruim
 Quando foi afim
 Não soube se dar 
Eu estava lá mas você não viu
 Tá fazendo frio nesse lugar 
Onde eu já não caibo mais 
 Onde eu já não caibo em mim 
Se eu já me perdi 
Quando perdi você 
Quando eu quis você 
Você desprezou
 Quando se acabou
 Quis voltar atrás 
Quando eu fui falar
 Minha voz falhou
 Tudo se apagou você não me viu 
Tá fazendo frio nesse lugar
 Onde eu já não caibo mais 
Onde eu já não caibo em mim
 Mas se eu já me perdi 
Como vou me perder 
Se eu já me perdi
 Quando perdi você
 Mas se eu já te perdi 
Como vou me perder
 É preciso saber sentir,
 mas também saber como deixar de sentir,
 porque se a experiência é sublime 
 pode tornar-se igualmente perigosa.
 Aprenda a encantar e a desencantar.
 Observe,
 estou lhe ensinando qualquer coisa de precioso:
 a mágica oposta do “abre-te, Sésamo”.
 Para que um sentimento
 perca o perfume e deixe de intoxicar-nos,
 nada há de melhor
 que expô-lo ao sol. 

 Clarice Lispector

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário