segunda-feira, 16 de março de 2015

Pedaços de mim.


Não me olhe assim, eu desmancho,
 viro pedaços para você juntar.
 Já não sei mais olhar o mundo lá fora,
 é inútil partir, sair agora,
 desistir sem poder lutar,
 não tenho mais onde existir,
 a não ser morando em ti.
 Eu tentei esconder,
 dizer que não que não era tanto assim
 que você não era tudo em mim,
 que era só um coração atordoado, mas era sim...
 um olhar que a todo instante se refazia de ti.
 Eu não vou sem permissão,
 sem o coração deixar,
 deixa ao menos tentar,
 não se importe se eu falhar
 me mostre apenas o que sobrar de mim
 e uma porta pra sair.

 Marcos Tavares

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário