quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Teu segredo..


O amor me chama,
 me convida a passear
 pelo jardim do aconchego
 O amor me vence, me tira o medo
 O amor, pertence ao enredo, dos dias sem ti
 Esse amor, que me cansa,
 me lança o teu segredo
 O teu adeus, o teu medo... 
No teu jardim, andei, 
contemplei uma fresta solar,
 que por entre as árvores desapontara 
Jardim de encantos,
 a magia predominante dos amantes 
Amei o amor, e acordei!
 Brotou o desejo de te ver
 O amor me deixara, e seguira outro rastro
 O jardim era tão belo,
 o iludir da beleza, sublime
 Acordar, fora sentir a realidade
 Volta amor,
 volta ao jardim!

 Elizaete Ribeiro

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário