quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Minhas defesas...


Força de homem, 
Doçura de criança, 
Gestos puros delicados
 Sem perder a masculinidade.
 Tem o dom de fazer do belo 
Tua verdadeira essência, 
É um homem carinhoso 
Amante fogoso em sua carência.
 Ele que veio com o vento
 Chegou ao meu melhor momento, 
Invadiu minhas defesas 
Tomando-me o sentimento.
 Ele que da alma é minha âncora
 No entardecer do crepúsculo,
 Faz da noite companheira
 Compartilha dores e tristezas.
 Ele que me trouxe alegria 
Uma ternura infinita, 
É a esperança indecifrável
 Da felicidade pela saudade adiada.

 Márcia  Rocha 

Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário