quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Junto a mim.


Chegou num abraço a madrugada
 Envolta em languidez tamanha 
Trazendo, vinda não sei de onde
 A cadência de uma sinfonia estranha
 O brilho das estrelas reluzindo
 Desce do céu em doce companhia
 Sendo os teus olhos, a luz que alumia
 Que aquece e incendeia, a minha poesia 
 Esta amizade que entre nós flutua
 Cúmplices, vivendo de um amor antigo
 Eternamente presos a uma só verdade
 Embora longe sinto, estás comigo 
Quero-te tanto mesmo não sendo tua 
Meu terno amor,
 minha infeliz saudade...

 Susete Evaristo

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades..

Nenhum comentário:

Postar um comentário