terça-feira, 23 de setembro de 2014

Tempo...


As vezes a dor suaviza a alma,
 como estranho fogo
que molda o aço, 
como o címbalo que retine e corta o ar, 
breve espaço entre o céu
 e a vontade de voar, 
as vezes a dor abre os olhos,
 faz-nos mais humanos, 
mostra a fragilidade,
 a finitude de ser gente,
espantosamente saímos mais fortes,
 mais prontos, sei lá, 
as vezes a dor é a companheira mais fiel,
mais gentil, menos cruel, 
algo entre a doçura e o fel,
 talvez seja a dor 
que nos aproxime mais do céu! 

 Silvio 


 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário