terça-feira, 16 de setembro de 2014

Meu coração...


Talvez 
eu seja um poema 
ainda incompleto; 
Alado para o infinito 
Que nem mesmo sei o final
 A cada dia um verso eu completo.
 Meu coração
 escreve em grito
 Em tom vermelho,
a cor da boca da paixão, 
 que desbotou
 ao se ver no espelho 
pelo amor que hoje sufoco.

 Raquel Ordones 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário