terça-feira, 16 de setembro de 2014

A lua e você.


Quero fazer-te 
uma carícia oceânica
 Que derrame em ondas bravias
 Ternuras sobre teu corpo. 
 A noite debulha fagulhas da lua
 Que dança imensa no azul sem estrelas,
 Ou em poucos pontilhados que brilham 
Titubeantes em tua pele branca.
 Estou tonto de desejos 
de ti e em ti,
 Ou estou
 enlouquecidamente louco
 No desvario da noite que escorre 
Pelas madrugadas de meus dias inúteis?

 Aldair Aires

 Hoje, Ame Intensamente e Seja Muito Feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário