quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Duas metades..


Era só amizade.
 tão amigos ...
 nada mais, era bom, agradável,
 andávamos por utopias,
 banalidades, becos da cidade.
 Por saga, sorte ou iniquidade,
 uma mudança fugaz,
 do cactos brotou amável flor, meiga, 
ornando nosso convívio,
 surgiu uma brisa de alívio. 
 Hoje, por encanto ou magia,
 das nossas almas reunidas,
 da soma de duas metades, 
com um toque de Midas,
 surge joia inestimável 
o nascimento de nosso amor.

 Gustavo Drummond

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário