sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Como um sonho..


Não me julgues.
 Não tentes entender-me. 
 Sou como o vento 
Não tenho destino.
 Apenas passo...
 Aproveita a brisa!
 Não me prendas, Não me possuas.
 Sou como água, 
Se preso, evaporo.
 Mate apenas tua sede! 
 Não tentes guardar-me.
 Não me aprisiones. 
Sou como as flores,
 Colhido, feneço.
 Guarda-me o perfume!
 Não me descrevas.
 Não me modifiques. 
Sou como um sonho,
 Uma Ilusão.
 Não me acompanhes,
 Não tentes seguir-me!
 Sou como um cometa, solitário.
 Apenas admira-me...
 Neste momento, então, 
Serei Poeta. 
Teu Poeta.

 Almir Bastos 

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário