quarta-feira, 16 de julho de 2014

Seu olhar.



Ainda vou entender
 as entrelinhas do seu olhar.
 Vou parar
 de fazer as coisas às pressas
 sem ouvir o seu silêncio.
 No seu carinho eu sou pétala,
 sou uma folha no vento.
 Nos seus braços
 volto ao pôr-da-vida:
 sou menino.

 Danniel Valente 

 Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário