quinta-feira, 17 de julho de 2014

Renascer do amor..


O Sol em seu esplendor 
Cobiçou um amor
 Que jamais poderia ter.
 A Lua no seu encanto
 Inocente da sua formosura 
Apaixonou-se pela criatura
 Que não poderia ser 
 As estrelas suas testemunhas
 Com medo da injustiça 
De ver um amor tão bonito 
Se acabar no infinito
 Da imensidão do céu 
 E no encanto fez com que
 De quatro e quatro anos
 A Lua e o Sol
 Por um minuto compartilhassem
 O amor infinito
 E assim observamos a magia
 Do amor que era impossível 
Tornando-se possível
 E acreditando que nada acaba
 E sim sempre começa.
 O amor nunca morre
 Ele renasce...Sempre.

 Ilia Noronha

 Hoje, Ame intensamente e Seja muito feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário