segunda-feira, 26 de maio de 2014

Sem rumo..


Era uma vez, um coração carente,
 já há muito tempo em solidão imerso,
 que de viver tão só,
 já descontente, deliberou seguir rumo diverso. 
 Não mais temer de novo amar,
 somente, porque o amor já fora-lhe adverso,
 mas se entregar de novo, plenamente, 
enfim, de um mar de solidão, emerso.
 E se entregou,
 jogou-se por inteiro,
 - com um amor imenso, verdadeiro
 - para alguém que de amor nada sabia...
 E é esse o mesmo coração que agora,
 está batendo aqui em meu peito, e chora,
 mais triste e só do que já foi um dia.

 Eloah Borda

 Hoje, ame intensamente e Seja feliz.
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário