segunda-feira, 19 de maio de 2014

Noite fria..


Enquanto a chuva descia
 Já tarde, madrugada! 
Em meu quarto só
 A saudade me abatia
 Sair e molhar-me...
 Sim! Já é tarde noturna
 A chuva que desce é fria
 E a noite sombria 
 Totalmente escura 
 Ah! Sombria também é esta saudade
 Que sufoca que me arde
 E tira-me o sono meu sossego
 Nubla os meus sonhos
 Feito a chuva em meu quintal
 Nublando e privando
 A flor do primor da luz da lua
 Irei passear na chuva
 Pelas ruas
 Se esta saudade que és tua 
 Não aliviar...

 Catarino Salvador

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
 Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário