sexta-feira, 23 de maio de 2014

Fim de tarde..



Vivo dessas horas
 em que me jogo aqui na esteira
 E abraço uma almofada,
 apenas para sentir o cheiro do silencio
 Enquanto la fora o sol matiza
 de vermelho um céu de fim de tarde
 A brisa invade minha janela
 trazendo com ela uma canção de ninar 
O canto da relva que se prepara para dormir
 Junto com ela as rosas,
 menos aquela que colhi 
E pacientemente espera
 junto aos versos que fiz
 Para celebrar o amor do qual me exilei... 

Alex

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário