sábado, 10 de maio de 2014

Amar sempre...


Não faço alarde do amor que sinto,
 no meu silêncio eu amo mais que as flores 
 Ninguém sabe que eu rezo 
para que o amor seja 
a maior fartura da humanidade.
 Do meu encanto ao ver o sol
 mais belo na pele de um cacto
 O milagre de um poema que veste a pobreza,
 da beleza que não se vê
 em nenhum palácio.
 Um menino descalço
 que se joga nos braços do mar 
numa alegria imortal 
 Então eu penso
 que digo "te amo"
 todas as vezes que escrevo.

 Danniel Valente

 Hoje, ame intensamente e Seja muito feliz. 
Felicidades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário